sexta-feira, 18 de maio de 2007

Caminhando no Tobogã

Retomamos as nossas caminhadas diárias hoje, eu e a Croá, minha cadela que anda meio gordinha.

Demos 4 voltas no Parque do Tobogã, num percurso já medido de 4.400 metros, da saída do portão de casa até o retorno à mesma. Levamos 46 minutos, coisa que normalmente fazemos em 40 minutos.

Para quem não sabe, o Parque do Tobogã é uma referência importante em Resende, possuindo uma área de aproximadamente 400 x 400 metros, o que dá 16 hectares (160.000 metros quadrados), é bastante arborizado, conta com várias quadras poliesportivas e algumas unidades da prefeitura para atendimentos sociais os mais diversos, local de prática de Tai-chi-chuan – Ora bosta! vocês sabem do que estou falando!

No caminho de volta me pesei na Farmácia Célia, a única aqui no Manejo que oferece essa mordomia gratuita aos passantes. É por isso que só compro nela que, depois de muito choro, acaba me vendendo por preços mais em conta do que a Farmácia Moderna – distante uns 50 metros – e cujo balança, melhor dizendo, CAB - Centro de Análises Biológicas - tem aquela parafernália de aparelhos que transmitem informações digitais como pressão, altura, tamanho dos pés, presença, ou não, de piolhos e grau de sudorese, e isso tudo pela bagatela (?) de R$ 1,00, pago com uma moeda desse valor que a gente enfia num buraquinho dela.

O peso: 84 quilos! O meu, porque a Croá não liga pra isso e não quis se pesar.

Concruzão: Tô 8 quilos mais gordo do que o meu peso normal.

Também, pudera! Estou parado com as minhas caminhadas desde 13 de novembro do ano passado! É o dia inteiro com o bundão colado na cadeira aqui na frente do PC ou, estão, jogando tranca no meu botequim predileto, o Bar e Snoker Manejo (É Snoker mesmo, porra! O caras, os donos dele, são uns jacus vindos do Sul de Minas que, apesar de alfabetizados, dizem que moram no Brasil, onde se fala português, e quem quiser que eles falem ou escrevam corretamente em inglês que vá pro cacete!

Voltando à caminhada, é de se louvar as performances minha e dá Croá, um evento excepcional, coisa pra todo mundo bater palmas e dizer: - Aí, Norival! Você é o maior! - pois, não obstante estarmos acima dos nossos pesos normais, mantivemos a nossa agilidade.

E a merda é que continuo fumando dois maços de cigarros por dia. Hollywood! Do azul!

Quanto à cachaça, dei uma parada por que a filha-da-puta estava engrossando a parede da bolsa da minha vesícula e se tiver que operar – estirpá-la - a minha kilida endocrinologista me avisou que é uma operação muuuuuuuuito piligosa visto que a excomunguenta é bem grudada no frígado.

I bibida prus músicus!

2 comentários:

Fernando disse...

Se cuida, Norival!
Faço votos que vc diminua, ao menos, o uso do cigarro. Dois maços, é dose!
Manejo! Conheço razoaveelmente esse bairro de Resende, pois fui casado com uma moça daí, faz tempo morando no Rio, com quem tive, ela teve, claro!, duas filhotas lindas.
E a familia da minha ex-sogra, mora no Manejo.
abs
fernando cals

Norival Duarte disse...

Pôxa, Fernando, que bom que você já conheçe Resende, que por aqui passou, que sentiu o carinho que expontaneamente transmitimos aos forasteiros, que bebeu da nossa água, que aqui deixou fincada as suas marcas de bom peregrino.

Volte outra vêz! A passeio, se for o caso, nas nossas serras, que não ficam a dever muito às de Petrópolis ou Teresópolis, possuindo uma bem montada rede de hotéis e pousadas. Ou volte a negócios, talvez. Resende e seus ex-distritos Itatiaia e Porto Real contam agora com diversas indústrias novas, algumas sempre com alguma amplição em execução, outras em fase de instalação, como a Vorantim (Veja o post de 21 pp no meu blog).

Ou, então, mantenha-se sempre em contato com este papagoiaba, que a cada abertura de seu post não deixa de se surpreender com as suas incríveis informações. Ou lamentações, como esta provavel derrota do Flamento de 2 x 1 (19:40 hs)para o Botafogo.

Mas ainda restam esperanças de recuperação. Não desista! Não mude agora pro Faustão!

Um bom domingo, Fernando!

Norival